Roteiro dia a dia – Alentejo Wine Tour

Alentejo Wine Tour  •  Roteiro dia a dia  •  O que está incluído  •  Preços

1° Dia –  Encontro em Lisboa  –  Marvão – Crato

Bem-vindo a Portugal! Recepção pelo anfitrão vidaboa em Lisboa e transfer para a cidadezinha de Marvão, uma das mais bonitas de toda a região! Marvão fica no alto da colina, toda encercada de muralhas, com ruelas estreitas e suas casas pintadas de branco contrastam com o azul intenso do céu! Delicioso almoço típico de boas-vindas e tempo para conhecer a cidade. A tarde continuamos nosso passeio até Crasto, sua “residência” pelas próximas duas noites! Jantar gastronômico e muito boa noite!

2° Dia – Crato – Portalegre – Badajos – Crato

Depois de um café da manha digno de rei saímos para conhecer Portoalegre – a cidade grande das cercanias! Além de muita história, boa gastronomia e otimos vinhos esta região é conhecida por um elemento que todos os vinhos bons do mundo sonham em ter em suas garrafas, a rolha do alentejo! Faremos uma visita à uma fábrica de cortiça para entender todo o processo! A tarde pegamos nossa estada sentido a Espanha – mas sem atravessar a fronteira! Os espanhois se gabam de seu excelente presunto mas os portugueses afirmam que o deles é melhor, e nos vamos conferir! Degustação de presuntos e salames de porco preto em uma fazenda produtora. Depois de um dia intesndo, cheio de sabores, retornaremos ao hotel em Crasto.

3° Dia – Crato –  Vila Viçosa – Estremoz – Evora

Hoje o passeio nos leva a descobrir esta bonita região através de campos a perder de vista. Castelos, fortes e vilarejos fortificados decoram nossa paisagem em direção à Vila Viçosa  onde se encontra Paço Ducal, um palácio construído entre 1502 e 1770 e que serviu de refúgio à família real portuguesa até ao séc XVIII e antiga residência dos Duques de Bragança. Seguimos para  a cidade de Estremoz que também teve teve um papel importante na história de Portugal. Construída dentro de um forte,  foi campo de batalha entre portugueses e espanhóis e foi nesta localidade que se deu o Milagre das Rosas: a rainha D. Isabel, esposa do Rei D. Dinis, foi surpreendida pelo seu marido numa das suas muitas  ações de caridade, um dia ao carregar no avental escondido pães para os pobres, o rei, que era contra estas ações , pediu à rainha que mostrasse o que levava e ao abrir o avental os pães transformaram-se em rosas…  Depois de um almoço inesquecível chegaremos em Évora. Visita da imcomparável adega de Cartuxa e degustação de seus vinhos.  Chegada ao hotel e noite livre.

4° Dia –  Évora – Esporão – Évora

Pela manhã visita de Évora, classificada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade. Encontramos aqui vestígios de mais de dois mil anos de história.  Passaremos pela Catedral da Santa Maria, a imperdível Capela dos Ossos , o templo Romano, a atual universidade de Évora,  e o Teatro Garcia de Resende. Após este encantador passeio por Évora partimos para conhecer a mítica vinícola Herdade do Esporão onde uma verdadeira experiência gastronômica nos espera.  Após o almoço conheceremos a adega e os seus locais mais emblemáticos, como a célebre Torre, que figura nas etiquetas de suas garrafas.  Retorno ao hotel em Évora.

5° Dia –  Évora – Vidigueira – Beja – Évora

Acorde devagar, se espreguice lentamente… Nosso passeio de hoje será conhecer a o sul do Alentejo. Seguimos na encosta da Serra do Meandro, que delimita o baixo Alentejo, onde faremos a visita de uma importante propriedade vinícola,Quinta da Malhadinha Nova. Visita a coudelaria de cavalos Puro Sangue Lusitano. Em terras outrora feudais da Casa de Bragança, em 1557 é aqui fundada a Coudelaria de Portel. Já no século XXI a recuperação da coudelaria foi levada a cabo buscando a tradição na criação do melhor cavalo de sela da antiguidade, o Lusitano.  A sua “Lusitana Paixão” foi herdada de seu avô paterno que criava “puros-sangues”, e a amizade Ruy D’Andrade que lhe ministra os conhecimentos aprofundados das suas genealogias, foram fatores determinantes para a fundação da coudelaria. Após um almoço maravilho degustando os vinhos da vinícola retornaremos à Évora. Delicioso jantar tradicional alentejano. Noite em Évora.

6° Dia – Évora – Azeitão –  Lisboa

Deixamos a região do Alentejo… Atravessamos novamente a planície alentejana até uma outra região vitivinícola, junto à costa de Lisboa: a Península de Setúbal, terra de grandes tradições vitícolas. Visita das Caves José Maria da Fonseca, fundada em 1834, mais antigo produtor de vinho de mesa e de Moscatel de Setúbal em Portugal. Foi nessa propriedade que José Maria da Fonseca plantou as primeiras uvas da casta Castelão, que ele próprio havia trazido da província do Ribatejo. O vinho produzido na Cova da Periquita desde logo provou ser o melhor da região, dando origem a que os outros proprietários pedissem a José Maria da Fonseca varas daquela casta para plantarem nas suas propriedades. Desta forma, o vinho tornou-se conhecido em Azeitão como o vinho da Periquita, passando posteriormente a ser comercializado pela José Maria da Fonseca como Periquita. Delicioso almoço regional e saída para Lisboa. Depois de uma viagem maravilhosa por Portugal conhecendo seus vinhos, gastronomia, seus costumes nos despedimos em clima de vidaboa!